13/10/2009

«Árbitros que recebem meninas no hotel? Isso é um mito urbano»

http://estaticos.archivo.marca.com/ficheros/marca/imagenes/me/mejuto180608_ES.jpg
«Isso dos árbitros receberem meninas no hotel, em jogos internacionais, é um mito urbano». A frase pertence a Mejuto Gonzalez, árbitro espanhol, em entrevista ao jornal «Sport».

Prestes a tornar-se o árbitro com mais jogos dirigidos na Liga espanhola, e a poucos meses da reforma, Mejuto Gonzalez fez uma retrospectiva de 15 anos de carreira. «Há muito tempo que os árbitros não recebem os clubes, apenas as comissões de arbitragem do respectivo país», disse o juiz espanhol, questionado sobre os rumores de visitas femininas, em viagens ao estrangeiro.

Mejuto Gonzalez recordou depois a mítica final da Liga dos Campeões que dirigiu, na qual o Liverpool conquistou o troféu nas grandes penalidades, depois de ter estado a perder ao intervalo por três bolas a zero. Embora esse tenha sido um dos jogos mais importantes da carreira, o árbitro espanhol recorda com maior saudade o início de carreira. «Tinhas de levar o farnel na mala, pois apitavas dois e três jogos no mesmo dia. Os clubes apoiavam-nos», disse.

A ausência do Mundial 2006, motivada pelo facto de os seus auxiliares terem reprovado nos testes físicos, é a mágoa maior de uma carreira que merece nota positiva. «Ao longo destes 15 anos nunca encontrei ninguém na rua que me faltasse ao respeito», remata Mejuto Gonzalez. fonte: maisfutebol

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Após submeter o seu comentário, este será aprovado pela administração antes de ser publicado.